11 de outubro de 2013

Resenha: The Unwritten Rule

  24 Comentários    
Categoria: 
The Unwritten Rule de Elizabeth Scott conta a história de Sarah, uma adolescente de 17 anos, que vive na sombra da sua melhor e superficial amiga Brianna. As duas são melhores amigas desde a infância. Entretanto a presença de Ryan, um garoto que estuda na mesma escola que elas pode colocar essa amizade em risco.

Sarah é apaixonada por Ryan desde a oitava série, mas nunca demonstrou esse sentimento. Quando ele começa a namorar Brianna, tudo que ela tem que fazer é ocultar o que sente. Mas, tudo complica quando após uma festa Ryan e Sarah acabam se beijando. O que fazer? Fingir que nada aconteceu ou assumir que eles queriam aquilo há muito tempo?

Admito que a premissa do livro e os os capítulos iniciais conseguiram me envolver e a narrativa de Elizabeth Scott me fez querer continuar a história. Mas, infelizmente, no decorrer do livro, a história foi ficando repetitiva, enfadonha e sem graça.

O livro praticamente não tem acontecimentos, a autora mostra a todo momento as divagações de Sarah que se sente culpada por nutrir uma paixão pelo namorado da melhor amiga. No desenrolar do livro o leitor pode perceber, pelas atitudes de Brianna, que ela não é uma amiga de verdade, a garota é completamente egoísta e autoritária e está sempre menosprezando Sarah, que parece não enxergar que aquela relação não a faz bem.

Algo que me incomodou no livro, foi que as cenas que mostravam Sarah e Ryan juntos pareciam forçadas demais. Todas as vezes que Brianna saia com ele, levava a melhor amiga e sempre acontecia alguma coisa para que eles ficassem sozinhos. Também não suporto personagens masculinos indecisos e sem personalidade. Ryan se enquadra, perfeitamente, nessa categoria, pois em diversas partes do livro ele afirma que sempre foi interessado em Sarah, mas só porque Brianna o beijou em uma festa, ele aceita namorar com ela.

A autora poderia ter conduzido a história de forma diferente e até mesmo mostrado mais as relações familiares que são pouco desenvolvidas no decorrer da trama. Infelizmente, o livro não foi o que eu esperava, a premissa é legal, porém a maneira como foi desenvolvido não me conveceu. 

2,5/5



24 comentários:

  1. Gostei da resenha Natália, mas creio que não leria o livro. Não gosto de personagens sem personalidade, indecisos, sabe? Porém, já li dois livros dessa autora, Elizabeth Scott, e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom saber, que os outros livros dela são melhores :)

      Excluir
  2. Oii

    Gostei muito da sua resenha,esse livro não me agradou. Achei a capa bem feiinha tbm...

    bjos

    valmedrado16.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Val. É meio estranho colocar pés numa capa, não é?!rs
      Beijos

      Excluir
  3. Parece que os sentimentos que você teve com esse livro foram iguais ao que eu tive lendo Tipo Destino (e pelos mesmos motivos). Essas capas fofas me iludem...
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karine, estava na dúvida se leria ou não Tipo Destino, mas depois de saber que é similar a The Unwritten Rule desanimei mais ainda.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi flor tudo bom?
    Esse livro não faz muito meu tipo '-' e depois de ler a tua resenha então, quero passar o mais longe possível hahaha
    A proposito, eu estou curtindo e segui seu blog <3
    Beijos,
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  5. Que pena que você não gostou do livro :/ A resenha está bem legal, mas eu entendo o quão decepcionante deve ter sido, confesso que a própria sinopse da estória já não me agradou. Essa trama de amigas apaixonadas pelo mesmo carinha nunca me agradou, se a estória acaba sendo repetitiva, pior ainda. Bom, boa sorte com a próxima leitura! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até acho legal esse tipo de premissa se for bem desenvolvida e se os personagens forem bem construídos, senão é muito chato mesmo.
      Beijos

      Excluir
  6. Gostei bastante da resenha, você é bem sincera e escreve super bem :D

    Já estou seguindo seu blog, tá?
    bjss

    http://estrela-minha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Essa capa é bastante diferente... HUAUAHAAHUA
    Eu realmente não senti vontade de ler, porque acho que os personagens parecem ser fraquinhos..
    e isso me irrita profundamente D:

    Beiijos,
    Paula
    http://psicosedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Gostei muito da resenha e acho que não leria o livro. Como você detesto personagens indecisos e já detestei diversas histórias por causa desse tipo de personagem. É chato demais. Obrigada pela sua visita ao meu blog.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fran.
      Sempre que puder estarei visitando o seu cantinho :)

      Excluir
  9. Oi Natália, a autora tem outros livros lançados por aqui que fizeram sucesso por isso quando comecei sua resenha achei que você havia gostado da leitura. Uma pena ter começado bem e depois ter se perdido. Eu estou cansada desses triângulos e também detesto garotos indecisos.

    Beijos
    Caline
    http://mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Caline, não sabia que a autora tinha livros publicados no Brasil. Apesar de não ter curtido muito The Unwritten Rule, vou querer ler outro livro dela.
      Beijos

      Excluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desse livro.
    A capa e a sinopse me chamaram bastante atenção, que pena que a autora não soube desenvolver tão bem a história e ela acabou sendo fraca.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro. Infelizmente é mais um daqueles jovem adulto clichês sem desenvolvimento do enrendo, não? É uma pena quando isso acontece.

    ResponderExcluir
  12. É, acho que nesse caso o livro poderia ter sido melhor se fosse melhor trabalhado nos personagens e na trama, que parece ser aquela sem propósito algum, só para passar o tempo mesmo.
    Excelente resenha. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Luara. É uma pena quando os autores não sabem desenvolver uma história e nem os personagens.
      Beijos

      Excluir
  13. Odeio livros que começam bem, prometem muito e no final NADA! Parece que eles são piores que os livros que são ruins do inicio ao fim, porque eles criam expectativas apenas para não atendê-las.
    Concordo com você, homem indeciso é de matar. Tem que saber o que quer, poxa! Já basta os da vida real serem assim, se os dos livros também forem o mundo está perdido! kkkk
    Gostei da resenha, foi sincera. :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. nunca houvi falar desse livro, gostei muito da resenha, apesar que nao gosto de personagens indecisos haha
    seguindo, visita meu blog? tem post novo :D
    http://adolescentes-atualizadas.blogspot.com.br/
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Ooi, tudo bem?

    Amei seu blog... Só tem coisa interessante viu... Parabéns ;)

    Nossa, quando eu olhei a capa do livro, não achei muita coisa também hahaha... Mas amei sua resenha... Me interessei bastante pelo livro ;)

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com
    PS: Seguindo aqui, adoraria se retribuísse...

    ResponderExcluir